A história da Escritora

Quando Emes de Fátima ganhou o primeiro diário da irmã e madrinha, aos 15 anos, passou a escrever pequenos textos que contavam acontecimentos e sentimentos que experimentava cotidianamente: namoricos, medos, papos com amigos, frustrações, rebeldias, pensamentos que não queria compartilhar.

Por que Emes de Fátima?

Aos treze anos de idade a autora viu pela primeira vez a própria certidão de nascimento. Descobriu que seu nome, Maria Fátima, não vinha acompanhado do “de”. Até então, a assinatura que utilizava era acompanhada dessas duas letras: Maria de Fátima.

Livros

Micas e a Infinita Estrada Azul Micas é uma criatura que gosta de escrever e contar histórias, principalmente para os amigos. Os melhores amigos, claro.