A história da Escritora

Quando Emes de Fátima ganhou o primeiro diário da irmã e madrinha, aos 15 anos, passou a escrever pequenos textos que contavam acontecimentos e sentimentos que experimentava cotidianamente: namoricos, medos, papos com amigos, frustrações, rebeldias, pensamentos que não queria compartilhar.

A autora criou o hábito de escrever todos os dias. Descobriu a paixão do bate papo interno. De tempos em tempos, relia o que escrevia e ria de si mesma. Percebia que muito do que tinha acontecido deixava de ter a tal importância daquele momento. Hoje, ao ler o que está escrito naquelas folhas de papel, legitima valores e recorda experiências. Nem todas foram positivas, no entanto, contribuíram com a própria evolução da autora como pessoa.

O tempo passou e a primeira opção de carreira foi atuar como Professora. Todavia, percebeu que não conseguiria bancar a vida que gostaria de experimentar. Então, perambulou por um bocado de profissões. Desde Leitora de Recados Telefônicos até Empresária. Em paralelo, atualmente, dedica-se a consultoria em gestão de vida e Palestrante.

Estar Empresária, Consultora e Palestrante exigiu um bocado de determinação, erros, aprendizados, choro, conquistas, muito estudo. Entretanto, somente quando “Micas e a Infinita Estrada Azul” foi publicado que a Emes de Fátima se sentiu, verdadeiramente, Autora.

Emes de Fátima já escreveu em blogs que contribuíram para continuar a exercitar a escrita e a imaginação. Contudo, a autora sentia falta do pertencimento. É uma sensação interessante porque a paixão pela escrita sempre existiu, todavia, somente quando decidiu, corajosamente, direcionar e se apropriar da própria vida profissional, que declarou aos quatro cantos do planeta que sempre quis ser Autora e Escritora.

 

Workshop: Vida de Autor e/ou Escritor


Emes de Fátima percebeu que a grande maioria das pessoas gosta de contar e compartilhar histórias.

Muitas gostariam de escrever as próprias histórias e/ou publicar livros sobre temas universais.

Em ótimas conversas com Eliana Motta Boury a respeito da dificuldade de nos entendermos como Autores e/ou Escritores, o Workshop Vida de Autor(a) e/ou Escritor(a) foi construído.

» Acesse aqui o programa para saber mais a respeito.

Written by Emes de Fátima