Agradecimentos

Emes de Fátima declara gratidão as pessoas que compartilham ideias, palavras e proporcionam a realização dos sonhos de vida da autora.

Elisa d’Adêre, Agente Literária, que foi brilhante e determinada a encontrar uma editora para publicar Micas e a Infinita Estrada Azul.

Juliana d’Arêde, Jornalista e gestora do Vai Lendo, pela revisão de Micas e a Infinita Estrada Azul.

Daniel Lanhas, gestor do Vai Lendo, que foi o primeiro comprador de Micas e a Infinita Estrada Azul

Lúcia, irmã da autora, e ao cunhado Reinaldo, que viabilizaram a viagem ao estarem presentes com Dona Adelaide, mãe da autora.

José Luiz, irmão da autora, que indicou o nome Emes de Fátima para Edson Teixeira, que a convidou para participar de momento significativo e cultural de São Gonçalo, na II Feira Literária 2014 – SEST SENAT.

Elaine Magalhães, amiga, que fotografou a XXIII Bienal de São Paulo, organizou toda a viagem. Inclusive, programando passeios culturais e “da night” por Sampa.

Selma Alvarenga, amiga, que presenteou a autora com uma linda pashmina e atuou como símbolo da sorte no dia do Lançamento do Livro na XXIII Bienal em São Paulo.

Ana Cristina Sabrito e o esposo Marco Andrei, amigos, que foram determinados a encontrar Emes de Fátima na correria da saída da XXIII Bienal de São Paulo para autógrafo e almoço divertido já no aeroporto.

Tatá Ranieri, amigo e sócio, que tatuou as palavras: “O espelho me revela se fecho os olhos…”. Palavras adaptadas da história: “O Universo dos Espelhos sem Reflexo”, da Irresistível Estrada Cinza-Prata.

Wagner Costa, amigo, por indicar Emes de Fátima para participar da Feira Cultural Literária GAU.

Filardi, amigo, que escreveu uma resenha sobre Micas e a Infinita Estrada Azul no blog Intervalo Rio Intervalo Rio.

Patrícia Silveira/Ciça Silveira, amiga, que leu, grifou e escreveu nas páginas de Micas e a Infinita Azul valiosas considerações, pensamentos e ótimas ideias para a próxima edição do livro.

Eliana Motta Boury, amiga, que em ótimas conversas a respeito da dificuldade de autores e/ou escritores se apropriarem da própria história, possibilitando a construção do Workshop Vida de Autor e/ou Escritor.