Por que Emes de Fátima?

Aos treze anos de idade a autora viu pela primeira vez a própria certidão de nascimento. Descobriu que seu nome, Maria Fátima, não vinha acompanhado do “de”. Até então, a assinatura que utilizava era acompanhada dessas duas letras: Maria de Fátima.

Claro que a autora perguntou ao pai porque o nome dela não tinha “de”. E ele respondeu muito tranquilamente: “filha, você não é filha de Fátima e tão pouco nasceu em Fátima.” Emes de Fátima escutou aquela simples lógica do homem que mais amava e passou a adotar o nome escrito no documento e a se sentir especial, pois afinal a maioria das Marias possuem o “de”.

Essa escolha, aparentemente simples, veio acompanhada de muitas situações e acontecimentos que ocorrem com frequência até hoje na vida da autora: toda vez que diz o próprio nome, o “de” vem junto, na boca da outra pessoa. Como já está acostumada, enfatiza o nome: Maria Fátima.

Quando “Micas e a Infinita Estrada Azul” estava prestes a ser publicado, a autora decidiu criar o nome de autora e queria que fosse significativo e tivesse uma história para ser contada.

Em paralelo a publicação do livro, decidiu criar o próprio espaço na WEB. Para tanto, mais uma vez, era necessário o nome de autora.

Para a autora: “a pressão da vida é um dos motivadores que mais nos impulsionam na direção da inventividade. Somos intimidados a responder perguntas e exigências que sabíamos que poderia acontecer um dia, todavia, vamos empurrando com todas as partes do corpo.”

Em ótima conversa com Marco Andrei Kichalowsky, Diretor de Marketing da Arsnova, Marco contou como surgiu o nome do Paco de Lucía. Foi então que Emes de Fátima ficou sabendo que Francisco Sánchez Gómez ganhou o apelido Paco, el hijo de Lucía na infância por conta de sua mãe portuguesa, como era costume na Andaluzia.

Como a luz que ilumina a escuridão, a autora pensou: “nossa!, olha a oportunidade de resgatar o tal “de” do meu nome. Não sou filha de Fátima e tão pouco nasci em Fátima, contudo, os emes que tenho no meu nome são meus.”

Nesse momento, nasceu o nome da autora: Emes de Fátima.

Agora que você já sabe a origem do nome da autora, conheça o que Emes de Fátima publicou clicando aqui.

Written by Emes de Fátima